Amor e Ódio

Sobre o chocolate já se escreveram milhares de livros, sobre as suas propriedades, outros tantos artigos. Não sei se há muitas odes dedicadas a este nobre alimento, mas uma coisa é certa ou se ama ou se ignora. Ainda não ouvi ninguém dizer que gosta "assim mais ou menos" de chocolate.

E talvez por isso, os marketeers se tenham aproveitado deste património emocional para o usar como topping do Dia dos Namorados nas mais diversas situações. Mas não era disto que vos queria falar, mas sim da minha visita ao Chocolate em Lisboa.

Surpreendeu-me a diversidade de oferta que já existe no mercado: brigadeiros brasileiros, brigadeiros portugueses, bombons com castas de vinho diversas, com queijo, com azeite, com sabores disto e daquilo, vários bolos de chocolate, uns melhores do Mundo, outros nem por isso. Não há duvida que a versatilidade é uma das qualidades deste senhor Chocolate.

Para casa trouxe tarte de chocolate negro com ganache de chocolate do Chocolate d'Odette. Gostei muito. Sabor intenso de chocolate, quase sem açúcar e com 2 texturas que se complementavam na perfeição: a base areada de chocolate e a ganache cremosa do recheio. A autora desta tarte é a Odete Estevão que para além de ser nutricionista fundou o Cacau Clube de Portugal. Aqui podem ler as 10 coisas que devemos saber acerca do Chocolate, segundo esta autora, que também editou um livro acerca do tema.

Trouxe também bombons do Francisco Siopa, bombom com ovas de sardinha, com foie gras e trufas de chocolate negro. O Francisco abriu esta semana uma loja no Mercado de Cascais que merece uma visita, não só pela qualidade do chocolate mas também pela criatividade que o caracteriza.

E para aquecer estes dias frios, podem sempre beber uma caneca de chocolate quente!