Quique Dacosta em 3 texturas

Dividi a minha experiência com Quique Dacosta em 3 texturas, à laia de Chef: a fotografia, a técnica e a comida propriamente dita.

1ª textura: A fotografia, foi através do Instagram que tive o primeiro contacto com este Chef que conquistou 3 estrelas Michelin com o seu restaurante em Denia, na vizinha Espanha. Instagram: qiqedacosta. 

2ª textura: Na sequência desse contacto e depois de ter lido algumas coisas sobre o seu trabalho, conheci-o pessoalmente no passado Domingo, no Peixe em Lisboa, durante uma  apresentação que fez da sua técnica e arte. 

3ª textura: Hoje, no Belcanto, às 21h acontece o Jantar a Quatro Mãos com Dacosta e Avillez, onde alguns sortudos terão a oportunidade de saborear a sua arte. 

Vou ficar-me pelas 2 texturas, pois ainda não é desta que vou provar os pratos estrelados. Desde a passada semana que o jantar está esgotado, sendo o valor do jantar 200€+bebidas.

Read More
Day Two: Uma mesa posta para degustar.

Os temas têm vagueado na minha cabeça desde sexta-feira. Mas a riqueza de conteúdos foi tal no segundo dia do WFTS, que precisei destes dias para degustá-los e finalmente partilhar o sabor que me ficou na boca.

A cicerone não podia ter sido melhor. Linda Pereira conduziu-nos ao repasto dos sentidos nestes dias de intensa degustação de conceitos, ideias, debates e conclusões.

Dizia ela que metade do sucesso do evento dependia da organização e dos oradores e, a outra metade, de cada um dos espetadores. Mas não foi bem assim. Na verdade, ela fez a diferença na forma como nos ajudou a todos a saborear cada momento deste encontro. E sentou-nos literalmente à mesa de intensos sabores e sensações. Obrigada Linda.

Matt Goulding, jornalista e escritor de temas de Food &Travel, e editor da revista  Roads and Kingdoms “agarrou o touro pelos cornos” e não deixou dúvidas: “It’s all about food!”

Read More
Prato do Dia: World Food and Travel Summit

O nome do evento é ambicioso. Um encontro mundial para pensar o tema Food and Travel?! UAU!  Ou um encontro sobre o Mundo Food and Travel?! AH!

Um pouco das duas, na realidade. Não há dúvida que no dia de hoje se reuniram profissionais e apaixonados do Food & Travel vindos de todo o Mundo e que este é mesmo o Mundo que apaixona estas pessoas, NUTS incluídas.

 A audiência foi internacional mas o auditório esteve muito longe de estar cheio neste 1º dia de palestras. Os oradores, esses, deram-nos o que pensar. Falaram de megatrends, da conectividade,  da sustentibilidade, dos recursos, do futuro que ninguém prevê e da mudança, essa sim, uma constante.

Read More
Patrícia CondeComment
A arte de virar clientes do avesso.

Nunca tinha visto um cliente ser posto à prova como ali, no Café Correia.

Este humilde restaurante de rua, em pleno sudoeste algarvio, tem algo de presunçoso num primeiro impacto. É que quem entra, fica ignorado à entrada, como se merecesse um castigo. Já sabia ao que ia, pois muito se tem escrito sobre este “caso de estudo”, por isso esperei pacientemente com a minha família. A sala estava composta, apesar de haver mesas vagas que dariam para mais umas 16 pessoas. Um silêncio incómodo fazia-nos sentir a mais, quase convidando a pormo-nos em sentido. A medo, circulámos ali mesmo junto ao bar da entrada, para ler as notícias e apreciar as fotografias e os elogiosos cartões e distintivos da boa mesa que ali se praticava. “Há uma esperança” – pensei…

Do fundo da sala surge, mal encarada e com uma expressão de comandante, uma Sra. de meia idade envergando um avental, como se estivesse ainda a acabar de cozinhar e as visitas tivessem chegado antes da hora prevista, sem que o anfitrião tivesse terminado o repasto. Olhei melhor e percebi que era a Sra que aparecia nas fotografias expostas. D. Lilita! A “má da fita”.  

Read More
Tsukiji Fish Market ou "olhó o Atum fresquinho, freguês!"

Um dos maiores mercados de peixe do Mundo, senão o maior, fica em Tokyo, o Tsukiji Fish Market. A polémica está instalada pois em 2016 terminam as obras para alojar este gigante em Toyosu, uma cidade na periferia, mais inacessível a turistas e a foodies. Esta decisão tem acendido contestações pois tem por base interesses imobiliários naquela zona privilegiada de Tokyo.

Nicolas Lemonnier,na sua visita ao Tsukiji Fish Market, teve o privilégio de presenciar o famoso leilão de atum. Privilégio sim, porque os turistas não têm acesso a estes leilões e isto não é para todos...

Read More
Amor e Ódio

Sobre o chocolate já se escreveram milhares de livros, sobre as suas propriedades, outros tantos artigos. Não sei se há muitas odes dedicadas a este nobre alimento, mas uma coisa é certa ou se ama ou se ignora. Ainda não ouvi ninguém dizer que gosta "assim mais ou menos" de chocolate.

E talvez por isso, os marketeers se tenham aproveitado deste património emocional para o usar como topping do Dia dos Namorados nas mais diversas situações. Mas não era disto que vos queria falar, mas sim da minha visita ao Chocolate em Lisboa.

Read More
N-O-M-A.

Conseguir uma reserva no Noma nãé propriamente tarefa fácil para um comum mortal como eu. Tal como muitos dos restaurantes mais conceituados, o sistema de reservas online abre a determinada hora de um determinado dia e esgota rapidamente - para todo o trimestre. No meu caso, à terceira tentativa foi de vez, embora ainda hoje não consiga explicar como é que, de repente, deixei de ver que tinha mais de 2000 pessoas em espera à minha frente e olhei para o calendário que me permitia escolher o dia e hora para o tão desejado jantar...

Read More
Do outro lado da Mesa

Já saíram vários  posts e notícias sobre os Prémios Mesa Marcada, que foram atribuídos na passada segunda-feira, por isso os premiados, a esta altura, já não serão novidade.
Mas o que talvez falte ainda falar é na alegria do Miguel Pires e do Duarte Galvão neste dia especial para o Mesa Marcada. Aquela alegria de quem faz anos,  de quem recebe os amigos em casa

Read More
No Tourism Trade Show Algarve, à conversa com o Chef Leonel Pereira

No dia 16 foi dia de Palestra do Chef Leonel Pereira, sobre o tema “Carreira Internacional e novas tendências”, na Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve.

Quando entrei na sala,  o Chef partilhava, no seu habitual tom coloquial e didático, com uma plateia composta na sua maioria por estudantes e aprendizes das lides culinárias, que para se ser Chef é preciso primeiro fazer “o caminho das pedras”. Começar devagar, com paciência, estar disposto a ganhar pouco, a ser aprendiz. Ninguém nasce ensinado, e aprende-se fazendo. Cometendo erros e corrigindo. Primeiro aprender e só depois liderar. Com tempo para degustar…

Read More
Laura LopesComment